A necessidade

A pandemia de SARS-CoV-2, causador da doença COVID-19, se espalha pelo mundo com números alarmantes. Os profissionais de saúde estão na linha de frente da batalha contra este agente infeccioso. Infelizmente, inúmeros são os relatos que descrevem profissionais que se infectaram ao atender e tratar pacientes infectados e doentes, inclusive com casos evoluindo a óbito.

É de primordial importância que os profissionais de saúde se protejam da infecção por SARS-CoV-2 por meio de ações integradas (Figura 1) que envolvam mudanças em procedimentos e fluxos de trabalho, infraestrutura hospitalar compatível com prevenção de infecções respiratórias, e com o uso correto dos equipamentos de proteção individual (EPIs). Para que exista a proteção dos profissionais de saúde e pacientes, essas três ações não podem acontecer isoladamente no ambiente hospitalar. Mais importante que isso, todas devem ocorrer da forma correta para que o sistema funcione em confiança.

O treinamento individual dos profissionais de saúde para o uso e manutenção dos EPIs é uma das ações neste combate e o motivo pelo qual essa página foi criada. Todos os profissionais de saúde devem ser treinados na correta manutenção, uso e descarte dos EPIs, lembrando que estes equipamentos são de uso individual e não devem ser emprestados ou trocados entre os profissionais durante o uso. A equipe de profissionais da saúde deve trabalhar em sintonia, para que todos obedeçam aos procedimentos e não coloquem em risco colegas de profissão, pacientes e a si mesmos.

Figura 1. A abordagem dos três níveis para proteção do profissional de saúde contra infecção por SARS-CoV-2.