Recomendações gerais

Recomendações gerais do uso e conservação das máscaras N95

(I) Máscaras novas devem ser armazenadas em locais livre de sujidades, insetos, umidade, calor ou frio excessivo. Obedeça às recomendações do fabricante quanto à conservação das máscaras;

(II) Só utilize máscaras N95 certificadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego;

(III) Inspecione visualmente a máscara antes de colocá-la. Sua integridade não pode estar comprometida. Os elásticos e o material da ponte nasal devem estar funcionais e não danificados. Máscaras sujas, úmidas, rasgadas, amassadas ou com vincos devem ser imediatamente descartadas;

(IV) NÃO utilize uma máscara cirúrgica abaixo da N95, isso prejudicará seriamente o funcionamento da mesma, impedindo a vedação adequada da máscara N95 ao rosto do profissional. Garanta que você fez e passou no teste de vedação e que sabe colocá-la corretamente. Esses procedimentos garantirão sua proteção;

(V) Não é necessário utilizar uma máscara cirúrgica sobre a N95, pois a mesma não irá trazer benefícios de proteção e ainda constituirá em desperdício do EPI. Se o objetivo é diminuir a contaminação da superfície da máscara, utilize um protetor/visor facial;

(VI) NÃO utilize mais de uma máscara N95 ao mesmo tempo, isso irá prejudicar seriamente o funcionamento da mesma. Garanta que você fez e passou no teste de vedação e que sabe colocá-la corretamente. Esses procedimentos garantirão sua proteção;

(VII) NÃO utilize maquiagem no rosto, a mesma altera a vedação da máscara;

(VIII) NÃO utilize brincos, pois os mesmos podem engatar nos elásticos, além de servirem como foco de contaminação;

(IX) Pêlos faciais e barba impedem a correta vedação da máscara. Os mesmos devem ser retirados com lâmina de barbear, para deixar o rosto liso;

(X) Recomenda-se que pessoas com cabelos longos façam um coque na altura do elástico superior. Rabos de cavalo não são recomendados pois podem ficar presos no elástico da máscara, entre o pescoço e o elástico;

(XI) Após colocação, adequação da máscara e início do trabalho, jamais puxar a mesma do rosto de maneira a afastá-la da face, pois dessa forma a vedação da mesma será rompida;

(XII) Se necessário um leve ajuste da máscara para conforto ou vedação, utilize um par de luvas novo e descarte as luvas no lixo infectante, imediatamente após o ajuste;

(XII) Jamais encoste na parte de dentro do respirador. Caso isso ocorra acidentalmente, descarte a máscara e coloque outra;

(XIV) O teste de vedação é obrigatório;

(XV) Pessoas com cicatrizes faciais profundas podem ter a vedação da máscara comprometida. O teste de vedação poderá certificar se isto ocorre ou não;

(XVI) Descarte a máscara se houver qualquer contato do respirador com sangue, secreções respiratórias ou qualquer outro fluído corpóreo de pacientes;

(XVII) Descarte a máscara se houver qualquer dano ou dificuldade de se respirar durante o uso;

(XVIII) Algumas pessoas podem não conseguir utilizar a máscara devido a problemas de saúde, por isso, um avaliação médica é essencial.