Uso estendido e reutilização da máscara N95

Uso estendido e reutilização da máscara N95

A máscara N95 mais comumente utilizada (Figura 1 acima) é um item descartável. Porém, em situações de pandemia, os órgãos listados abaixo (Anvisa e CDC) emitiram pareceres técnicos a respeito da implementação de políticas de reutilização e uso estendido que, de acordo com esses órgãos, podem ser estabelecidas pelos profissionais que gerenciam o programa respiratório de cada instituição, em consulta com órgãos oficiais de saúde.  Algumas informações sobre essas políticas podem ser encontradas nos links abaixo:

Anvisa – Norma Técnica 05/2020

Center for Disease Control and Prevention – Recommended guidance for extended use and limited reuse of N95 filtering facepiece respirator

3M –Reuso de Respiradores Descartáveis

É importante que pesquisas continuem sendo desenvolvidas a respeito da manutenção da funcionalidade e mitigação de risco desses respiradores em políticas de uso estendido e reutilização.

Por definição, o uso estendido de respiradores N95 consiste na utilização do mesmo respirador por repetidos encontros de contato próximo com vários pacientes, sem trocar o respirador entre esses encontros [1].

É imprescindível que a instituição utilize os controles hierárquicos para eliminar exposições, alterar controles de engenharia e administrativos e priorizar o uso de EPIs baseado no risco biológico, para que exista utilização racional dos mesmos, principalmente em situações de epidemias de infecções respiratórias.

Em casos de escassez de EPIs, é preferível que o uso do respirador seja mais prolongado do que ele seja reutilizado.

Independente da política de uso, é primordial que os profissionais de saúde conheçam as limitações desses EPIs, que evitem tocar na máscara e pratiquem a frequente higienização das mãos. Se utilizado de forma incorreta, a máscara N95 pode se tornar grande fonte de infecção, pois partículas contaminam a superfície externa e o profissional de saúde que não higieniza as mãos e toca na máscara com frequência acaba levando o agente infeccioso às mucosas.

Referências

  1. Center for Disease Control and Prevention Pandemic planning: Recommended Guidance for Extended Use and Limited Reuse of N95 Filtering Facepiece Respirators in Healthcare Settings Available online: https://www.cdc.gov/niosh/topics/hcwcontrols/recommendedguidanceextuse.html#ref10.